Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Administrador
Masculino Mensagens : 6
Pontos : 11
Igreja : .
Data de inscrição : 28/11/2014
Cidade/Estado : MT
Ver perfil do usuáriohttp://debatecruzado.forumeiros.com

Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Qua Dez 17, 2014 7:41 pm
.

Sim o não? Justifique. What a Face
Mensagens : 1
Pontos : 1
Igreja : IGREJA ADVENTISTA DO
Data de inscrição : 17/12/2014
Cidade/Estado : BRASÍLIA/DF
Ver perfil do usuário

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Qua Dez 17, 2014 8:51 pm
//////

Não, Ele não veio para esse propósito...
Masculino Mensagens : 5
Pontos : 9
Igreja : Igreja Ortodoxa Tabe
Data de inscrição : 19/12/2014
Idade : 46
Cidade/Estado : Brasília-DF
Ver perfil do usuáriohttp://asetimatrombeta.blogspot.com.br/

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Sex Dez 19, 2014 4:55 pm
Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.

Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Mateus 5:17-20
Mensagens : 5
Pontos : 7
Igreja : Adevntista
Data de inscrição : 16/12/2014
Cidade/Estado : Cariacica,ES
Ver perfil do usuário

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Sab Dez 20, 2014 11:03 pm
Alguma coisa foi abolida na carne de Cristo segundo as escrituras:

Efésios  2.15   aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse, em si mesmo, um novo homem, fazendo a paz,

Algo chamado "LEI"  foi abolida  e isso não tem como negar.

Não tem como dizer que nada foi abolido e "LEI" em Mateus 5:17-18 não é referência só dos Dez mandamentos mas  de tudo que Moisés escreveu  junto também dos profetas.

A expressão "A LEI E OS  PROFETAS" no texto  se refere a todo material escriturístico que chamamos hoje de  "Antigo testamento" parte primeira de nossa Bíblia na forma que foi dividida em nosso tempo.

Paz!
Mensagens : 4
Pontos : 5
Igreja : Cristo
Data de inscrição : 20/12/2014
Cidade/Estado : Cianorte/PR
Ver perfil do usuário

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Dom Dez 21, 2014 1:56 pm
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Graça e Paz a todos!

Lei, Ordenança ou Mandamento, como queiram assim denominar, tem seu propósito e tempo.

Paulo discorre sobre o assunto da seguinte maneira:

Não sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive? Romanos 7:1

Propósito: "DOMÍNIO"

Tempo: "ENQUANTO  SE VIVE".

Mas o que significa "ter domínio"?

Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Romanos 6:9

Há três coisas que ainda ALIMENTA o inferno:

Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. 1 Coríntios 15:24-26

Ao contrário do que se imagina, os inimigos de Deus são: O império das trevas, as potestades manifestantes e a força dominadora.

Para entendermos melhor isto:

Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. 1 Coríntios 15:55-56

O que denuncia o pecado? Ora, não existe pecado se não houver LEI. Sabemos que pecamos porque nossa consciência é retroalimentada por Leis. Com o conhecimento da Lei minha consciência se torna ré ou seja, culpada, logo estou debaixo da maldição da Lei, qual seja, a morte!

Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. Romanos 7:7-9

Portanto a Lei não pode ser anulada, ou abolida, para que diante de Deus todo homem seja julgado pela Lei e carregue em seu próprio corpo a justiça que decorre da Lei, qual seja:

Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro. Êxodo 32:33

Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá. Ezequiel 18:4


No entanto, vimos a pouco, que a Lei tem domínio (exercita sua força) sobre homem enquanto ele vive. Assim, todos os dias, em algum momento somos flagrados pela Lei entramos em condenação de morte. Isto é para todos os homens enquanto estão vivos.

Agora vem o entendimento sobre a figura que Paulo constrói na relação existente acerca de nós (como a mulher) e o marido (como sendo a MALDIÇÃO da Lei):

Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido. De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido. Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus. Romanos 7:2-4

Já que a Lei não pode ser abolida nem anulada, então que se cumpra a Lei em nós, ou seja, que sejamos mortos!

Acontece que Jesus veio e cumpriu a nossa morte na Cruz. Assim, todos os que são de Cristo foram juntamente com Ele mortos na Cruz:

Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Romanos 6:3-4

A Lei nos condena, Cristo nos justifica. A Lei nos mata, Cristo nos ressuscita!

Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Romanos 6:1-2

Aqui é que entra toda as questões contraditórias que envolvem Lei. Como ainda podemos pecar se a Palavra diz que estamos "mortos para o pecado". Então, só porquê fomos batizados em Cristo isto significa que não pecaremos mais?

Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Romanos 6:6-7

Difícil a interpretação? Com toda certeza!

Como posso dizer que estou morto se estou vivo? A resposta está no início desta explanação:

Lei, Ordenança ou Mandamento, como queiram assim denominar, tem seu propósito e tempo.

A morte que estou vinculado é aquela que Cristo fez na Cruz. Fui morto e sepultado com Ele, e o meu corpo do pecado já foi desfeito. Se de fato isto é verdade, então o que restou de mim não está mais sob o domínio da Lei, correto? E o que restou de mim? Nada! Na Cruz não pode restar nenhum fôlego de vida.

Pois, se nós, que procuramos ser justificados em Cristo, nós mesmos também somos achados pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De maneira nenhuma. Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor. Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Gálatas 2:17-20

Mas como alguém pode estar morto para Lei e viver para Deus?

Imagine o seguinte:

Nas suas costas (passado) está o conhecimento da Lei. E a sua frente está o conhecimento de Deus, e João diz: Deus é amor!

Antes eu vivia olhando para o mandamento afim de saber o que era pecado. Hoje eu olho para Cristo, afim de saber o que é amor.

Antes eu olhava para uma porção de regras e ordenanças, mas agora eu olho para Jesus no Evangelho e aprendo com Ele como tratar o meu próximo. Antes era o conhecimento da letra (Lei) agora sou guiado pelo Espírito, não preciso mais ensinar alguém sobre os mandamentos da carne, porque o Espírito de Deus me foi dado, e Ele me convence do pecado:

A diferença entre ser convencido pela Lei e ser convencido pelo Espirito, é que a Lei opera a morte e o Espírito opera o arrependimento! Na Lei não há perdão... pecou morre; já pelo Espírito, além de produzir o arrependimento, ainda faz com que o pecador seja justificado.

Digo, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo; mas está debaixo de tutores e curadores até ao tempo determinado pelo pai. Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:1-7

Para uns o tempo da Lei já se encerrou para outros ainda não! É só uma questão de crescimento!

Não é a Lei que tem que se abolida, mas sou eu quem precisa ser mortificado!

A morte em nós é um processo para enquanto se vive. Precisamos morrer todos os dias. Não é uma morte única e definitiva, mas uma morte que precisamos experimentá-la diariamente. Quando optamos por amar o próximo algo em nós é mortificado, porque o amor tem o poder da vida enquanto que a Lei opera a morte.

Quando só restar Jesus para ser "observado", então poderemos dizer:

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5:17
Mensagens : 5
Pontos : 7
Igreja : Adevntista
Data de inscrição : 16/12/2014
Cidade/Estado : Cariacica,ES
Ver perfil do usuário

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Dom Dez 21, 2014 8:55 pm
Mesmo depois do Apostolado Paulo continua servindo a Deus de acordo com a LEI segundo ele mesmo declara em Atos 24:14....

Só que não na forma dos que viviam no regime da LEI e nem como aqueles que estavam Debaixo da LEI.... 1 Corintios 9:20-21

Assim ele ama e tem prazer na Lei de Deus e eu posso agir assim como ele Romanos 7:22,25

ABraços..!
Mensagens : 4
Pontos : 5
Igreja : Cristo
Data de inscrição : 20/12/2014
Cidade/Estado : Cianorte/PR
Ver perfil do usuário

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

em Seg Dez 22, 2014 1:04 pm
Markeh escreveu: Só que não na forma dos que viviam no regime da LEI  e nem como aqueles que estavam Debaixo da LEI.... 1 Corintios 9:20-21

De fato, no exemplo do shabat, estava escrito abaixo da Lei, que aqueles que não o guardassem seriam...

Hoje podemos guardar o shabat sem a maldição da Lei, porque não estamos mais debaixo daquela maldição, Cristo nos libertou da maldição da Lei. Assim guardamos o shabat sem medo, porque não estamos debaixo de maldição, correto?

Ótimo!

Então não guardamos mais por causa da Lei, certo? Se o guardarmos por causa da Lei, voltamos a edificar aquilo que foi destruído, qual seja, voltamos dar vida a maldição, correto?
Conteúdo patrocinado

Re: Jesus Aboliu a Lei do Antigo Testamento?

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum